Se apresentaram na tarde desta terça-feira (03) na Delegacia de Palmas, sul do Paraná, os três suspeitos de terem participação na morte do jovem Wagner Ramiro Inácio. Em nota o delegado Felipe Silva de Souza relatou que os três são maiores de idade e a motivação realmente foi um desentendimento durante o jogo, mas apenas um o irmão do rapaz, inicialmente envolvido na discussão durante o jogo, assumiu ter desferido a facada letal.

A nota segue relatando que o trio (pai e filhos) se apresentaram espontaneamente e por este motivo não poderiam ser presos em flagrante, e nem seria este o caso, embora a Polícia Civil tenha comparecido no local e realizado buscas pelos autores, os quais já haviam fugido.

Delegado relata que às investigações seguem com a oitiva de diversas outras testemunhas bem como aguarda-se o laudo de necropsia para verificar se a vítima havia ingerido bebida alcoólica como alegam os autores.

Foto: DESTAQUE POLICIAL

O CRIME 

Wagner Ramiro Inácio de 26 anos foi morto com um golpe de faca na noite desta sexta-feira (29) no bairro Klubegi, em Palmas, sul do Paraná. O registro da ocorrência foi por volta das 23h40 após uma partida de futebol.

Segundo informações, durante a partida a vítima e um dos envolvidos discutiram após uma disputa de bola. Após o jogo, o outro rapaz deixou o local, mas retornou na sequencia acompanhado do pai e outro familiar.

Os três pularam em Wagner e um deles desferiu um golpe de faca nas costas do jovem, matando na hora.