A Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) libertaram, na terça-feira (24), um motorista de caminhão, de 27 anos, mantido refém por seis horas, em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Dois homens, de 27 e 30 anos, foram presos em flagrante na ação.

Dois criminosos abordaram o caminhoneiro às 8h de terça-feira (24), quando a vítima se preparava para descarregar uma carga de frios em um supermercado da região. Por volta das 14h do mesmo dia o motorista foi libertado na BR-116, em São José dos Pinhais, na RMC.

Conforme relato da vítima, após fazer o carregamento, o caminhão foi obstruído por um veículo Peugeot 207 de cor cinza. Um dos criminosos abordou o motorista e ordenou que ele ficasse no caminhão, enquanto o outro seguia com o veículo.

Em um posto de combustíveis, os criminosos transferiram a vítima para o Peugeout 207, mandando que permanecesse no banco traseiro com uma blusa na cabeça. Os suspeitos saíram do local e dirigiram por cerca de duas horas.

Nesse período, a vítima recebeu uma ligação da empresa para a qual trabalha e foi induzido a dizer que estava atrasado para a entrega. A empresa desconfiou e acionou a PCPR informando da suspeita de roubo.

Enquanto a PCPR realizava diligências para apurar a denúncia feita pela empresa, os agentes da PFR abordaram o Pegeout no quilômetro 105 da BR-116, São José dos Pinhais. No mesmo instante, a PCPR localizou o caminhão vazio, em Colombo, na RMC.

Em troca de informação entre as polícias, foi constatado que tratava-se da mesma investigação. A PCPR verificou ainda que o Pegeout tratava-se de um veículo roubado e estava com placas trocadas. Dentro do carro foi encontrado um revolver de calibre 38.

A dupla responderá pelos crimes de roubo, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, receptação qualificada e porte ilegal de arma de fogo e uso permitido. O homem de 27 anos já tinha antecedente criminal por roubo e seu comparsa por receptação.

Ambos encontram-se presos à disposição da Justiça.

Assessoria PCPR